OFÍCIO GP/SUBALP nº 58
Rio de Janeiro, 7 de Fevereiro de2013

CDURP
Companhia de Desenvolvimento Urbano da Região do Porto do Rio de Janeiro
Relatório Trimestral de Atividades

Período Julho - Setembro / 2012

Sumário


Período Julho – Setembro de 2012

Entre os meses de julho e setembro de 2012, as obras do Porto Maravilha evoluíram como previsto no cronograma. A prestação de serviços no Morro da Conceição e seu entorno ganham significativa qualidade com a conclusão das obras geridas pela Secretaria Municipal de Obras na área conhecida como Fase 1 do Porto Maravilha. Serviços como limpeza urbana, coleta seletiva de lixo e iluminação pública são executados segundo padrões de qualidade estabelecidos no contrato de Parceria Público-Privada (PPP) para área com obras já concluídas. Novos cursos de formação profissional voltados a moradores da Região Portuária abriram turmas, como Técnico de Informática, Pedreiro, Serralheria e Solda, Técnicas de Restauro, Garçom e Copeira. Imóveis subutilizados ou desocupados na área foram desapropriados para a execução de projetos de habitações de interesse social. Em virtude da participação da União com recursos federais na implantação do Veículo Leve sobre Trilhos (VLT), a documentação para a licitação prevista para o período precisou ser revista e a publicação do edital será no trimestre Outubro/Dezembro. Negociações para aquisição de terrenos públicos tiveram grande avanço, e a conclusão da compra deverá se dar no próximo trimestre. A meta organizacional foi cumprida.

Institucional

A Companhia de Desenvolvimento Urbano da Região do Porto do Rio de Janeiro (Cdurp) promoveu e participou de reuniões periódicas com representantes de organizações da região, dentre as quais destacamos:

 Associação de Moradores do Morro do Pinto
 Associação de Moradores e Amigos da Gamboa e Adjacências (Amaga), com visita às obras
 Condomínio Cultural da Região Portuária
 Polo da Região Portuária
 Conselho Comunitário de Segurança (AISP 5)

Representantes da companhia apresentaram o projeto da operação urbana em eventos oficiais, de entidades de classe, acadêmicas e comunitárias, dentre os quais destacam-se:

 Apresentação para equipe que trabalha na Petrobras/Bacia de Campos, Firjan, em Macaé
 Participação em painel na 2ª Edição do Seminário Comunidades Planejadas – Adit Brasil, na Costa do Sauipe, Bahia
 Apresentação para Associação de Dirigentes do Mercado Imobiliário (Ademi), Rio de Janeiro  Encontro e apresentação para equipe Corporación Antiguo Puerto Madero, em Buenos Aires, Argentina
 Painel na Conferência Contratação Pública de Infraestrutura, do Informa Group Latin America – IBC Division, São Paulo
 Apresentação do projeto em Audiência Pública Veículo Leve sobre Trilhos (VLT), Rio de Janeiro
 Apresentação “Projeto para a mobilidade na área portuária com a demolição do viaduto da Perimetral”, em reunião Ordinária do Conselho Empresarial de Logística e Transporte A Associação Comercial do Rio de Janeiro – ACRJ, Rio de Janeiro
 Apresentação para conselheiros da Firjan, no espaço Meu Porto Maravilha, Rio de Janeiro
 Painel no VI Seminário de Obras Públicas, Sinduscon, Vitória, Espítito Santo
 Painel “Projeto do Porto Maravilha: a integração social e cultural e salvaguarda do patrimônio cultural”, parte da programação do Simpósio Transformações urbanas e patrimônio cultural, BNDES, Rio de Janeiro
 Painel na 15ª edição do Congresso sobre Transporte de Passageiros - 15º FETRANSPORT, Rio de Janeiro
 Apresentação do projeto ao conselho internacional da Fundação Ford, Rio de Janeiro
 Painel na 12ª. Conferência Internacional da Lares (Latin American Real Estate Society), São Paulo
 Painel no 3º Simpósio Nacional Arqueologia na Paisagem, Fundação Casa de Rui Barbosa, Rio de Janeiro
 Painel no VII Congresso Brasileiro de Gerenciamento de Projetos, Rio de Janeiro
 Apresentação no evento Brazil Invest 2012,Hong Kong China
 Painel em seminário sobre requalificação urbana, Amsterdan, Holanda
 Apresentação para Câmara Técnica da Bacia Drenante à Baía de Guanabara

Comunicação Social

As publicações impressas sobre a operação urbana Porto Maravilha (folders e Revista Porto Maravilha) foram paralisadas a partir de julho, atendendo à legislação eleitoral. Com isso, a publicação da edição de agosto da Revista Porto Maravilha foi adiada para novembro.

Julho
Conclusão das obras da Fase 1 do Porto Maravilha, com divulgação de releases e organização de evento de inauguração em parceria com as assessorias de Comunicação da Concessionária Porto Novo, Prefeitura do Rio e secretarias municipais de Obras e Cultura. Também foi neste mês a abertura do espaço de exposições Meu Porto Maravilha. Entre os grandes comunicados feitos à imprensa, além da divulgação da inauguração da fase 1 e sinalização temporária de dois pontos do Circuito Histórico e Arqueológico da Celebração da Herança Africana (Jardim Suspenso do Valongo, Cais do Valongo e da Imperatriz), também anunciamos a Transferência do Terminal Rodoviário Padre Henrique Otte e suas consequentes alterações no trânsito, em parceria com Rio Ônibus, CET-Rio, Concessionária Porto Novo e Centro de Operações Rio.

Agosto
Retomada ao trabalho de confecção do conteúdo do espaço de exposições Meu Porto Maravilha para atualização prevista para o mês de outubro, em parceria com a Concessionária Porto Novo.

Setembro
Apoio a atividades externas durante a 2ª ArtRio, com a preparação de visitas guiadas do ArtRio em quatro circuitos de visitação na Região Portuária. A equipe de Comunicação da Cdurp também forneceu apoio logístico à visita dos
integrantes do Comitê Olímpico Internacional (COI) ao Rio para conhecer as obras de mobilidade, dando suporte à Empresa Olimpica Municipal e à Rio 2016.

Ouvidoria e Fale Conosco

A demanda por informações e serviços, além de reclamações, elogios e agradecimentos ao Porto Maravilha, chegam pelo Fale Conosco da Concessionária Porto Novo, responsável por obras e serviços na Região Portuária, pela Ouvidoria da Cdurp e pelo Fale Conosco do site da Cdurp.

Abaixo, detalhamento do atendimento no período entre julho e setembro de 2012.


Operacional

Obras de revitalização

Neste último trimestre, a atuação da Cdurp se concentrou:
(i) no detalhamento dos projetos executivos de infraestrutura, de urbanização e dos túneis do binário e da via expressa;
(ii) no gerenciamento das frentes de obra, com foco na execução do binário e na prestação de serviços;
(iii) nos trabalhos para a licitação do VLT e
(iv) no novo modelo de gestão dos serviços de telecomunicações.

As obras seguem dentro do cronograma. A seguir, apresentamos breve balanço da evolução das principais frentes:

Túnel da Saúde (início: dez/2011; previsão de término: jun/2013): Foram concluídos os serviços de reforço do talude com uso de tirantes e enfilagens. A escavação dos túneis teve início em março. A primeira etapa foi concluída em agosto de 2012 com a escavação dos túneis de serviços (SD1, SD2 e Piloto). A segunda etapa compreendeu os trabalhos de concretagem do revestimento primário dos túneis do VLT e das laterais escavadas. Também foi iniciado o rebaixamento do greide da via, por meio de detonações. Estas ações representam cerca de 45% do total das atividades previstas nesta frente de obra.

Túnel da Via Binário do Porto (início: out/2011; previsão de término: dez/2013):
Frente de trabalho Praça Mauá – Após mobilização do canteiro de obras, foram removidas as interferências e iniciadas as escavações das lamelas da parede diafragma do poço. Após a concretagem das lamelas, foram iniciadas as escavações com equipamento mecânico e detonações controladas com explosivos. Até setembro, escavações atingiram 37 metros dos 38 metros previstos para este poço. Já foi iniciada a escavação do túnel na direção da Rua Primeiro de Março e Rua Antônio Lage, simultaneamente.

Frente de trabalho da Av. Primeiro de Março - Após pesquisas arqueológicas e da mobilização do canteiro de obras, foram iniciadas as escavações e concretagem das lamelas das paredes diafragma do emboque do túnel. Paralelamente, foram realocadas e removidas todas as interferências de redes de água, esgoto, drenagem, telecomunicações e gás. Todas as 78 lamelas previstas em projeto foram concretadas. Também foi iniciada a concretagem da laje da rampa de descida. Estão sendo executadas vigas de coroamento e as barreiras Jersey.

Frente de trabalho da Rua Antônio Lage - Após a mobilização do canteiro de obras, foram iniciadas escavações e concretagem das lamelas das paredes diafragma da saída do túnel. Já foram executadas 125 das 228 lamelas previstas em projeto. As atividades do túnel da Via Binário do Porto representam 35% do total.

Túnel da Via Expressa (início: jun/2012; previsão de término: jan/2016): Frente de trabalho Praça Barão de Ladário – Após pesquisas arqueológicas e mobilização do canteiro de obras, foram iniciadas as escavações e
concretagem das lamelas das paredes diafragma do poço de serviço. Paralelamente estão sendo removidas todas as interferências de redes de água, esgoto, telecomunicações e gás. Já foram executadas 2 de um total de 24 lamelas.

Frente de trabalho da Rua Sacadura Cabral (poço da Venezuela) – Já foram executadas 144 estacas secantes da parede do poço de serviço. Paralelamente, estão sendo removidas todas as interferências de redes de água, esgoto, telecomunicações e gás.

Túnel Morro da Providência (início: jan/2012; previsão de término: jan/2013): Após os serviços preliminares de limpeza das paredes internas do túnel, remoção das camadas periféricas instáveis e realização de sondagens rotativas, foram instaladas telas metálicas nas paredes e aplicado concreto jateado para adequação da geometria do túnel. Foram iniciadas as instalações de calhas para passagem de cabeamento de rede elétrica. Estas atividades representam cerca de 70% desta frente de obra.

Alças de Ligação com o Viaduto do Gasômetro (início: dez/2011; previsão de término: abril/2013): Após construção e abertura da via auxiliar, ao lado da Rua Comandante Garcia Pires, para realização do desvio de tráfego, foram iniciadas fundações em estacas raiz das alças de subida e descida com o Viaduto do Gasômetro. Já foram concluídas as fundações e os pilares dos três apoios da alça de subida, e estão em execução as formas e armação das travessas de apoio. Na alça de descida, já foram executadas as fundações de 5 dos 7 blocos previstos. Estas atividades representam cerca de 25% desta frente de obra.

Sede da Cdurp (início: mar/2012; previsão de término: fev/2013): Após a mobilização do canteiro de obras, limpeza do terreno, locação da obra, remoção de interferências e escavações arqueológicas, foram iniciadas as obras das fundações e estrutura. Atualmente, a estrutura está executada até o nível do piso do 4º pavimento. Estas atividades representam cerca de 40% desta frente de obra.

Reservatório Morro do Pinto (início: mar/2012; previsão de término: jun/2013): Após a mobilização do canteiro, foram executadas as fundações em estacas-raiz dos reservatórios. Foram concretadas laje de fundo, paredes e pilares de apoio da laje superior dos dois reservatórios. Estas atividades representam cerca de 65% desta frente de obra.

Extensão da Rua da Gamboa (via trilhos) entre a Rodoviária e Rua Santo Cristo (início: dez/2011; previsão de término: dez/2012): Estão em execução as obras de infraestrutura das redes de drenagem pluvial, elétrica, esgoto, telecomunicações, gás natural e água potável. Obras de urbanismo em andamento: pavimentação, calçamento e iluminação pública. No trecho entre as ruas Cordeiro da Graça e Professor Pereira Reis já foi executada a capa asfáltica. Estas atividades representam cerca de 40% desta frente de obra.

Rua Equador entre a Rua Cordeiro da Graça e Rua Santo Cristo (início: jun/2012; previsão de término: jun/2013): Estão em execução as obras de infraestrutura das redes de drenagem pluvial, elétrica, esgoto, telecomunicações, gás e água potável. Estas atividades representam cerca de 20% desta frente de obra.

Rua Arlindo Rodrigues entre a Rua Rivadávia Correia e Rua Santo Cristo (início: mai/2012; previsão de término: nov/2013): Estão em execução as obras de infraestrutura das redes de drenagem pluvial, elétrica, esgoto, telecomunicações, gás e água potável. Estas atividades representam cerca de 30% desta frente de obra.

Via D1 (início: jan/2012; previsão de término: nov/2012): Foi concluída a execução das redes de drenagem pluvial, de esgotamento sanitário, de água potável, de elétrica, de gás e telecomunicações. Estão em execução as obras de pavimentação da via, sarjeta, meio-fio e iluminação. Estas atividades representam cerca de 60% desta frente de obra.

Via General Luiz Mendes de Moraes (início: fev/2012; previsão de término: jun/2013): Foi construída uma via nova ao lado da atual, com toda a infraestrutura das redes de drenagem pluvial, elétrica, esgoto,
telecomunicações, gás e água potável. Estão sendo executadas as redes de infraestrutura na via atual. Estas atividades representam cerca de 50% desta frente de obra.

Museu do Amanhã (início: nov/2011; previsão de término: dez/2013): Após mobilização do canteiro de obras, das equipes e equipamentos necessários à execução das fundações, foram cravadas as estacas metálicas do espelho d’água, estacas tipo hélice e raiz e estacas da parede secante de subsolo. Foram concretados dois pilares até a altura de 4m. Está sendo rebaixado o nível de água e escavada a área do subsolo. Estas atividades representam cerca de 25% desta frente de obra.

Museu de Arte do Rio (início: jul/2011; previsão de término: março/2013): Foram executadas obras de reforço das fundações e da estrutura. Também foi concretada a laje fluída de cobertura e as caixas da escada e elevadores até ao nível da cobertura fluida. Foi construída a passarela que liga os dois prédios e iniciada a execução das instalações elétricas, hidráulicas e de ar condicionado.

Galpões da Gamboa (início: set/2011; previsão de término: nov/2012): Foram concluídas as obras das coberturas em estrutura metálica e telhas dos dois galpões. Foram concluídas as obras de restauro das paredes dos galpões. Foram iniciadas as obras do piso dos galpões e da praça. A recuperação de dois vagões ferroviários teve continuidade. Estas atividades representam cerca de 80% desta frente de obra.

Centro Cultural José Bonifácio (início: nov/2011; previsão de término: nov/2012): Restauro dos pisos, telhados, fachadas, forros, esquadrias, revestimentos. Iniciados os serviços de instalação do sistema de ar
condicionado e elevador. Executadas rampas de acesso a portadores de necessidades especiais. Estas atividades representam cerca de 75% desta frente de obra.

Nova Usina de Asfalto (início: jun/2012; previsão de término: abr/2013): Atividades: Demolição dos galpões da Comlurb e início de obras dos prédios administrativos. Estão em execução aterro e terraplenagem da área de instalação do maquinário da usina. Projetos de estruturas, fundações e instalações dos galpões da usina em fase de elaboração. Estas atividades representam cerca de 10% desta frente de obra.

Serviços

No mês de julho teve início a operação plena dos serviços na área de abrangência da Fase 1 do Porto Maravilha, após a conclusão das obras geridas pela Secretaria Municipal de Obras. Serviços como limpeza urbana, coleta seletiva de lixo e iluminação pública estão em execução segundo padrões de qualidade estabelecidos no contrato da Parceria Público-Privada (PPP), Anexo 5 e Quadro de Indicadores de Desempenho.

Também teve continuidade a operação e implementação do Programa Intensivo Inicial (PII), conforme definido nos anexos 5 e 10 do contrato da PPP, com o objetivo de sanar problemas emergenciais nas áreas de uso público. Esta operação abrange vias, praças, equipamentos urbanos e todas as instalações que integram o contrato.

Limpeza Urbana

Ao longo do 3º trimestre deste ano, foram executados aproximadamente: 17.000 km de serviços de varrição manual; recolhidas 3.000 toneladas de lixo público, lavados 2.000 trechos de logradouro; capinados 3.000 m² de áreas públicas e recolhidas 4.000 toneladas de lixo domiciliar.

A seguir, apresentamos quadro com a totalização dos principais serviços de conservação executados desde o início do contrato:



Conservação de Rotina

Ao longo do 3º trimestre deste ano foram executadas 81 intervenções em pavimentos flexíveis e 53 em pavimentos diversos; 91 conservações de passeios; 114 intervenções em drenagem das vias; 448 intervenções em sinalização vertical e horizontal; 7 intervenções em Estruturas e 474 em iluminação pública.

A seguir, apresentamos quadro com a totalização dos principais serviços de conservação executados desde o início do contrato:



Balanço dos Projetos Imobiliários na Região Portuária

No acumulado total, até o fim do terceiro trimestre deste ano, há projetos em processo de licenciamento que somam cerca de 449 mil metros quadrados (m²) de área construída e que correspondem ao consumo aproximado de 307 mil CEPAC.






Não foram licenciados projetos imobiliários com consumo de potencial adicional de construção no período. Os projetos representarão consumo de CEPAC quando forem aprovados.

Desenvolvimento Socioeconômico e Valorização do Patrimônio

Porto Maravilha Cultural

Principais ações:

 Continuidade das obras de restauro do Centro Cultural José Bonifácio e dos Galpões da Marítima, na Gamboa;
 Contratação de obras emergenciais para proteção e elaboração de projeto executivo de restauro da Igreja de São Francisco da Prainha;
 Curso de iniciação às técnicas de restauro. O Curso é uma parceria com a Concessionária Porto Novo para formação de 15 jovens, com duração de 60 horas. O objetivo é formar mão de obra para trabalhar no apoio a serviços de restauro de fachadas;
 Apoio ao Instituto Pretos Novos com a instalação da proteção nas três fossas arqueológicas do Cemitério dos Pretos Novos e reprodução de materiais de informação sobre o cemitério;
 Apoio a atividades culturais de organizações locais: aniversário do Afoxé Filhos de Gandhi, apresentações da Cia de Mysterios e Novidades na Praça da Harmonia e no Morro da Providência

Programa Porto Maravilha Cidadão

Principais ações:
Habitação
 Contratação de serviços de elaboração de projetos de arquitetura para habitação de interesse social e comercial. Parceria com a Secretaria Municipal de Habitação permitiu a elaboração de projetos para nove imóveis, totalizando 120 unidades habitacionais e 8 unidades comerciais nas ruas do Livramento, João Alvares, Leandro Martins e Conceição;
 Desapropriação de três imóveis na Rua do Livramento para uso como habitação de interesse social;
 Entrega de imóveis no Bairro Carioca a famílias que ocupavam terrenos que passaram por intervenções do Porto Maravilha;

Formação profissional
 Cursos de copeira e garçom com 10 horas de duração e 20 vagas cada um, em parceria com o Sindicato dos Hotéis, Bares e Restaurantes do Rio de Janeiro (SindRio);
 Cursos na área de construção civil em parceria com a Concessionária Porto Novo: *Serralheria e Solda, 60 vagas e 496 horas de duração *Canteiro-escola para pedreiros, 20 vagas e 160 horas de duração

Geração de Emprego
 Articulação entre empresas da região e Centro de Trabalho e Emprego da Secretaria Municipal de Trabalho e Emprego para oferta e preenchimento de vagas para postos de trabalho no Balcão de Empregos Porto Maravilha, na Vila Portuária, Morro da Providência;

Empreendedorismo
 Participação em reuniões com o Polo da Região Portuária para tratar de demandas dos comerciantes e empresários da região;
 Em parceria com o Sebrae, continuação da pesquisa sobre negócios na região;
 Início do atendimento a comerciantes por meio do programa Negócio a Negócio;

Participação
 Em parceria com a Região Administrativa 1, reuniões com associações de moradores do Morro do Pinto e da Gamboa para tratar assuntos referentes a obras e serviços do Porto Maravilha.

Financeiro

Evolução dos Cepacs no trimestre

O Fundo de Investimento Imobiliário Porto Maravilha (FIIPM), que tem como cotista o Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS), gerido pela Caixa Econômica Federal, não reportou transações com Cepacs no período.

Organizacional

Para além das atividades de rotina do setor administrativo, foi concluída a implantação dos sistemas eletrônicos de gerenciamento de Recursos Humanos, Contabilidade e Orçamento.

Evolução Patrimonial e Investimentos da CDURP – Julho - Setembro /2012


Prioridades para o próximo Trimestre

Estratégicas

 Licitar o projeto do Veículo Leve sobre Trilhos (VLT)
 Concluir negociações para aquisição de um terreno da União e um do Governo do Estado;

Organizacionais

 Aprovar e implantar o Plano de Cargos e Salários da Companhia

Legislação Citada



Atalho para outros documentos



Informações Básicas

Código20131100003AutorPODER EXECUTIVO
ProtocoloMensagem
Regime de TramitaçãoOrdináriaTipo Ofício TCM

Datas:
Entrada 02/15/2013Despacho 02/15/2013
Publicação 02/19/2013Republicação

Outras Informações:
Pág. do DCM da Publicação 3 a 6 Pág. do DCM da Republicação
Tipo de Quorum Motivo da Republicação

Observações:




Comissões a serem distribuidas

01.:A imprimir

Show details for TRAMITAÇÃO DO  OFÍCIO Nº  GP/SUBALP nº 58TRAMITAÇÃO DO OFÍCIO Nº GP/SUBALP nº 58
Hide details for TRAMITAÇÃO DO  OFÍCIO Nº  GP/SUBALP nº 58TRAMITAÇÃO DO OFÍCIO Nº GP/SUBALP nº 58

Cadastro de ProposiçõesData PublicAutor(es)
Show details for OfícioOfício




HTML5 Canvas example